[2º] Cores de pigmento* (por Gabriel Bim)

O que é?

O pigmento é o que dá cor a tudo o que é material. As folhas da plantas são verdes por terem clorofila; a terra tem cores diferentes em cada região por apresentar composição mineral diferente, e cada mineral tem um pigmento com a sua cor própria: o óxido de ferro pode ser amarelo ou vermelho; o de cobre é verde; o de manganês é castanho; o de cobalto é azul, etc… Até a nossa pele tem pigmentos, como a melanina, que dá a cor da pele de cada um de nós. Os homens primitivos descobriam as cores pela experiência. Encontramos os seus registros nas paredes das cavernas. Essas pinturas rupestres eram feitas com os mais variados tipos de pigmentos naturais: plantas, terra, carvão, e até o sangue dos animais que caçavam. Os pigmentos possuem diferentes cores e propriedades, por exemplo, a clorofila, um grupo de pigmentos presente nas plantas, que possui uma intensa coloração verde, devida as fortes absorções do azul e vermelho, e por causa destas absorções a luz que ela reflete e transmite parece verde.

Com o tempo o homem percebeu que podia extrair os pigmentos da natureza e utilizá-los em forma de tinta misturando com resina das árvores, com a clara e a gema de ovos e diferentes tipos de óleo para conservar, transportar e fixar as cores. Pintou sobre pedra, peles de animais e madeira e desenvolveu suportes próprios para a pintura.

As técnicas de pintura desenvolveram-se, industrializaram-se e a tecnologia criou os pigmentos sintéticos. Cores “artificiais”, feitas em laboratório, mas tão intensas e quanto as cores naturais que tentam imitar. Os corantes também são pigmentos. 

Essa mistura de pigmentos altera a quantidade de luz absorvida e refletida pelos objetos. O pigmento branco não absorve, mas reflete todas as cores. Existe também a capacidade de juntar dois pigmentos de cores diferentes, resultando em outra cor, como por exemplo, misturar os pigmentos primários: amarelo e vermelho, resultando no laranja.

Quais e onde existem?

Na natureza, existem diversos tipos de pigmento, entre eles, os naturais, os emissores de luz, os lipocromos, os fotossintéticos e os artificiais. E – como dito anteriormente – eles são encontrados nas mais diversas coisas, como por exemplo, nas plantas, nos próprios seres humanos, nos minerais, etc…

Diferenças.

A diferença existente entre eles, é que, o pigmento amarelo por exemplo, absorve da luz as cores: branco, azul violeta, azul cian, verde, vermelho, laranja e magenta e reflete apenas a luz amarela, que é a que podemos ver ao observar ao olhar para um ser ou material que contem o pigmento de tal cor.

*Texto copiado quase integralmente de: http://www.cfae-planalto-mirandes.rcts.pt/2003/09/chico/paginas/cor_4.htm

Deixe um comentário

Arquivado em SESI.1A

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s